Desabafos de uma leitora frustrada

Sempre gostei de ler.  Desde pequena que adorava ler os livros de banda desenhada e mais tarde os livros da Baby Sitter, Arrepios…alguns (mas poucos) comprados, mas a maioria requisitados da biblioteca. Mais tarde, porque ainda eram baratos, comecei a ler livros da harlequin até seguir para os livros “maiores”.

Desde muito nova que era sócia da biblioteca e era engraçado que nessa altura (altura que não tinha dinheiro para comprar livros), eu ia lá, passava tempos a olhar para livros a ler sinopses, a escolher…e levava para casa um ou dois livros. Começava a ler e se um livro não me estivesse a cativar eu parava. Lia o outro ou então ia à biblioteca buscar mais. Mas não perdia tempo com um livro que não me estivesse a cativar.

Actualmente tenho cerca de duas centenas e meia de livros por ler. O tempo é pouco, os hobbies são muitos, as lides de casa não se fazem sozinhas infelizmente, portanto não leio com a mesma velocidade com que lia antes. Eu li “A conspiração” do Dan Brown em duas tardes. Sentada ao sol na esquina da casa onde morava. Li o “Crepúsculo” para ai numa tarde (que acabou de madrugada”.

Agora? Ler 30 páginas num dia é muito bom.

Mas para além de ter pouco tempo para ler, ultimamente tenho tido um problema chato. Dois aliás. Ok talvez sejam três

1º problema: Não tenho vontade de ler.

Eu quero ler. Quero mesmo. Mas…bem entretenho-me com internet, com isto com aquilo, com o não fazer nada…e não leio.

2º problema: Não sei o que ler.

Parvo porque tenho muito, muitos, muitos livros para ler e fico a olhar para as estantes e “hum, este não. Talvez este..hum não. Pronto tiro ao calhas”

3º problema: É tudo mau, meh ou mais ou menos

Ultimamente não gosto de nada! Todos os livros que leio me parecem uma seca. Mais do mesmo. Tenho o Anjo sem asas da Gena Showalter começado há bué…estava a ser seca, seca, seca. Tive de parar. Li o Letras Escarlates da Anne Bishop. Três amigas no face “eu adoreiiiii”; “é tãoooo bom”; “gostei tantooo”. Eu: “yah gostei, é bom mas nada de extraordinário, dei 3 estrelas”. E depois quando as vejo falar todas entusiasmadas fico -_- “o que raio se passa?”

De seguida li “Ana e o beijo Francês” o qual ouvi dizer que era tãaaaao bom. Dei-lhe três estrelas a custo. Só porque os diálogos dos protagonistas eram engraçados.

E agora estou a ler o “iluminada” da P.C Cast e sabem que mais? Apetece-me mandar o livro à parede cada vez que lhe pego. Não tenho pachorra para Apólos, Artemisas, deuses que vêm para o mundo humano e se apaixonam por humanas e sentem uma ligação especial…blá blá blá. Treta treta treta…

Nada do que leio ultimamente me satisfaz. É frustrante porque eu quero ler os livros, comprei-os para ler e não para estarem a ganhar pó, mas depois fico desiludida com os livros, desiludida comigo porque vejo o pessoal a gostar e mas.porque.raio.tu.não.gostas.da.merda.do.livro.Verónica? Credo!

Se leio um erótico é cama, cama, cama, cama, credo que até fico cansada só de ler. Históricos é sempre a mesma coisa, ele libertino, ela muito tontinha, a reputação fica em risco, têm de casa blá blá blá. Fantástico…bem é o que já disse… Deuses+humanos= amor para sempre.

O ultimo livro que li e mexeu comigo foi o Letal da Sandra Brown. Mexeu tanto comigo que sonhei que alguém me tinha invadido a casa, dado um tiro e eu estava a pedir ajuda ao 122 quando o homem entra no quarto. Acordei quando no sonho comecei a soluçar. Credo.

Eu preciso de um livro bom. Que mexa comigo, com que me identifique, talvez, não sei, mas que crie emoção. Mas como no meio de 200 e tal livros, escolher acertadamente? Pois não sei. Não sei mesmo. Até já tenho medo de tirar o livro da estante e não gostar dele.

Enfim… cenas maradas….a ver se isto passa depressa porque desespera um bocado.

Até à próxima.

Beijinhos,
Verónica “a esquisita”.

 

livros_001

 

Anúncios

O meu primeiro Post

Aqui está…o meu primeiro post. A primeira experiência…a primeira vez.
graphics-fireworks-234379

Há uns dias atrás veio-me à cabeça criar um blog. E pensei para mim mesma:

“- Um blog?”
” – Sim, porque não?” (do tipo do anúncio do Mc Donalds. “Chicago? Why not?”) E andei uns dias a pensar, pensar, pensar…até que…Ok. Vou criar um blog.

E o nome?

“So many things I like”.

Foi o primeiro nome que me veio à cabeça…não sei bem porquê, mas foi o nome escolhido. E ai veio a minha deusa superior (a.k.a consciência) que me disse:
– Porquê “So many things I like” e não “I like So many things?
Se eu disser “I like so many things” estou a fazer uma afirmação. Dizer “So many thing I like… é uma espécie de lamento. Sim, porque às vezes é uma angústia gostar de tanta coisa, querer fazer tanta coisa e o tempo é limitado. Portanto fica este nome. Se bem que eu sempre brinquei e disse ” se algum dia fizer um blog vai se chamar As merdas que ela diz! Mas talvez fique para alguma rubrica. Logo se vê.

Então nome – Check
Blogue criado – Check (OMG não percebo patavina)
E veio outra vez a deusa C. (C de consciência, não C de cabra como a do livro Acheron. Embora a minha consciência às vezes também seja um bocado cabra e não me deixa fazer coisas que quero.)

– “Mas para que queres tu fazer um blog?”

tumblr_mlc05dH0ES1qdojzho1_400
“I wanna, I wanna, I wanna…. be a Blogger!!!!!

Avatar_93f1b2_803260

Na verdade sempre tive curiosidade em saber como é ter um blog, como fazer coisas no blog. É difícil? É divertido?

É frequente visitar blogs sempre como espectadora. E fazer um? Bem, foi mais ou menos por isso.

” E qual é o objectivo, a finalidade do teu blog, Verónica? Vai ser sobre quê?
tumblr_m496c8mTYL1qgblna (é uma pena os gifs não terem som)

” – Vai ser sobre artesanato? tu gostas”
Sim, mas o que faço é tudo meio inventado, girinho mas aldrabado.”

” Música? Estás sempre a ouvir.”
Hum…não. Mas quando aprender a inserir ficheiros de música, talvez coloque algo a tocar”

“Cinema? Livros?”

YEY livros!!!!
tumblr_inline_mlzlklaqdH1qz4rgptumblr_n65ds4FzmR1smeepzo1_500

 

Blogs de livros há muitos. E bons. Portanto é obvio que vou escrever umas opiniões pequenas e rascas que não vão entusiasmar ninguém, mas não vai ser exclusivamente um blog sobre livros.

 

Se porventura eu for avante com este novo projecto (que será provavelmente mais uma coisa a acrescentar à lista do que gosto de fazer), e se alguém vier cá ver as parvoíces que eu escrevo (depois de eu descobrir como se muda a privacidade do blog) e quiser seguir o “tal blog parvo e sem finalidade”

welcome

 

Sharing some love
Verónica

Nota