Anime: Attack On Titan (Review)

Attack on Titan ou Shingeki no Kyojin, é o anime baseado no mangá escrito e ilustrado por Hajime Isayama. Com um total de 25 episódios, foi adaptado em 2013 para Anime pela Wit Studio (subsidiária da Production IG) responsável pela adaptação outros animes como Kimi Ni Todoke, Psyco-Pass, Ao Haru Ride e produzido pela Manichi Broadcasting e pela Pony Canyon, também responsáveis por animes de grande nome como Fullmetall Alchemist e Fairy Tail.

bfc2fb7d-9998-4a35-aa66-a96cc60cdba4

História:
Há centenas de anos que quase toda a humanidade foi dizimada por Titãs, monstruosas criaturas de aspecto humano e no entanto com características diferentes,que aterradoramente parecem gostar de carne humana não por fome mas apenas por puro prazer.

Para a possibilidade de sobreviver a humanidade viu-se forçada a viver dentro de barreiras defensivas que permitiram que vivessem em relativa paz durante 100 anos.

Walls

Paz essa que termina no dia em que aparecem dois espécimenes diferentes de todos os outros até então conhecidos pela humanidade. O Titã colossal cuja altura ultrapassa os 50 metros da muralha Maria e o titã Couraçado que com a sua rapidez e força destrói a barreira, permitido a entrada dos outros Titãs e resultando assim num novo ataque.

Colossal-Titan-Amored-Titan-Annie-Leonhardt-Attack-on-Titan-Shingeki-no-Kyojin-d50cd

Após ver a sua mãe ser devorada por um titã, o jovem Eren Yeager declara como seu principal objetivo de vida derrotar todos os titãs existentes. Juntamente com os amigos de infância Mikasa e Armin, Eren junta-se à tropa de elite – os militares melhores dos melhores – que combatem os Titãs fora da área protectora e  que procuram descobrir mais sobre esta espécie na esperança de os conseguir derrotar antes da quebra da última muralha.

Opinião

Quando via imagens do Attack on titan pela Internet pensava que não era o género de anime do qual eu fosse gostar. Os Titãs eram feios, comiam pessoas, devia haver sangue por todo o lado… pensava eu que era algo que dispensava ver. Até que uma noite por puro aborrecimento decidi ver um episódio. Após os 24 minutos do episódio estava rendida.

A história, na minha opinião, é bastante original. O facto de a humanidade estar confinada a um pequeno território em todo o planeta, delimitado por altas muralhas com medo de uma coisa que muitos deles nunca viram. Porque muitos dos humanos ali nunca viram um Titã, vivem em paz porque durante 100 anos não houve ataques e há até quem crê que estes não existam. Mas a paz tem um fim e quando acontece é aterrador.

É um bocado nojento o facto dos titãs comerem humanos. Talvez seja muito nojento mesmo. São realmente horrorosos e é muito forte estar a vê-los meter um humano à boca e a desmembrá-los enquanto sorriem. Mas por outro lado há a guerra contra os titãs, há o Eren Yeager que é um personagem muito convicto que odeia estes monstros sem saber que pode ser um deles ou pelo menos ser a chave que a humanidade precisa para ganhar.

É que o Eren transforma-se em Titã e quando o Eren se transforma em titã…é uma coisa completamente espectacular. Mesmo brutal. E todo o leque de personagens é diferente e todos interessantes. A Mikasa, amiga de infância e irmã adoptiva do Eren é reservada, no entanto é um prodígio da tropa de elite com grandes capacidades de luta. Armin que não é muito forte em combate é extremamente inteligente em tácticas. Levi, capitão da tropa de Elite é o soldado mais poderoso, parece um pouco inacessível e contundente. Aparentemente hostil mas confia absolutamente na sua equipa e estranhamente tem a mania das limpezas. E existem inúmeras personagens interessantes. A Sasha que é uma comilona mas tem óptima intuição, Annie é indiferente mas óptima em luta corpo a corpo, Hanji a investigadora meio lunática que se entusiasma demais perante os titãs de um modo que pões em causa a sua própria segurança.

bf134ff8a3c404796330a1dcd910cf9beb30bc93f85d958bf1353707fa802880_1

Pensava eu que não iria gostar…é um dos melhores animes que até agora tive a oportunidade de assistir. Espectacular. A partir do momento, ou melhor, do episódio em que a tropa de elite sai das muralhas e começa a lutar contra os titãs é impossível respirar. Eu ficava encostada ao meu namorado, mãos fechadas junto à boca de olhos arregalados a pensar “oh meus deus e agora que vão eles fazer?”. Super entusiasmada.

Outra coisa que é absurdamente excelente neste anime é a banda sonora. Cada trecho de música, naquela determinada cena naquele determinado segundo cria logo um misto de emoções ainda maior. Consegue causar um impacto mais directo, se me faço entender. Se não me fizer basta verem o episódio 24 ou 25 quando o Eren luta com a Titan fêmea. Ou vejam aqui  o vídeo. Atenção tem muitos roaaah rohaaa rooaaaah. Atenção que pode haver algum sangue e desmembramentos…

A banda sonora foi da responsabilidade de Hiroyuki Sawano, compositor japonês que também compôs músicas para outros animes como Blue Exorcist ou Seraph of the End. É muito à base do instrumental embora tenha grandes vocais, ele próprio interpreta uma música da banda sonora e depois há a Mika Koyabashi que interpreta duas músicas fantásticas e curiosamente em alemão.

Resumindo o anime: Forte…sim, violento…certamente, mas uma grande história. Óbvio que se forem muito susceptíveis a sangue e desmembramentos é melhor não verem, mas naqueles casos em que mete só um bocadinho de impressão…vejam…experimentem porque é bom.

Relativamente à comparação mangá para anime é exactamente igual. Um óptimo trabalho de adaptação. O último episódio corresponde ao capitulo 34 (confirmar) do mangá.Ao que consta teremos ainda este ano a segunda temporada.

 

Ja ne!!!!*
Verónica

*Ja ne é o modo informal de dizer adeus aos amigos. Se queremos ser mais formais dizemos dewa mata mas vou considerar-vos a todos como amigos 😉