Resumo de leituras – Janeiro

Com o Fevereiro já a correr a todo o gás, está mais que na hora de fazer um apanhado das leituras  de Janeiro. De escolher o melhor e o pior livro e de ver como correu em termos de desafio.
Então, aqui vou eu.Janeiro1

O primeiro livro que terminei este ano transitou de 2014 e foi A filha do Sangue de Anne Bishop. Um mundo fantástico, obscuro, um tanto quanto esquisito, mas com os personagens mais deliciosos que já tive a oportunidade de ler. Fico completamente rendida a este leque de personagens. São absolutamente maravilhosos e eu tenho de voltar a pegar na trilogia antes que comece a desesperar.

Segundo livro lido foi  A maldição do tigre. Peguei neste livro devido ao desafio mensal a que me propus e cujo o tema de Janeiro era escolher um livro cuja capa gostasse muito. Pois bem, sempre adorei esta capa e estava na altura de ler o livro. Conta a estória de Kelsey que vai trabalhar para o circo e que fica encarregue de cuidar de um tigre, chamado Ren. O que ela não sabe é que Ren, por quem sente grande afinidade é na verdade um rapaz amaldiçoado e juntos embarcam numa aventura pela Índia para tentar quebrar a maldição. Gostei deste livro, principalmente das descrições sobre a Índia. No entanto quando as aventuras começam é uma verdadeira correria, templos misteriosos, criaturas perigosas…quase parece filmes do Indiana Jones. Achei um bocadinho excessivo neste aspeto, mas no geral foi um livro que gostei de ler.

Terceiro livro Wicked lovely Amores rebeldes de Melissa Marr. Um livro sobre fadas que não me criou absolutamente sentimento nenhum. Lê-se mas por vezes é aborrecido. Conta a estória de Aislinn, uma rapariga que toda a vida conseguiu ver fadas e teve medo delas. O que ela não sabe é que ela é a rainha do Verão e que o rei das fadas fará tudo para salvar a sua corte, incluindo persegui-la por todo o lado até ela assumir o trono. Não gostei das personagens, exceto Seth, o namorado de Aislinn. É o único personagem com alguma substância.

Livro número 4, em e-book. Olhos de vidro da autora Portuguesa Carina Rosa. A estória de Amanda, uma atriz de teatro com uma carreira promissora, mas cuja realidade se mistura com os papeis que desempenha ao ponto de na sua loucura já não saber quem ela própria é. É  perturbador e tocante, no entanto o problema desta estória é mesmo o facto de ser um conto. Gostei  da escrita da Carina, a estória original, cria emoção… mas pequenina, ficou a saber a pouco.

Livro número 5 também em e-book e em Inglês Naughty and Nice. São quatro contos eróticos, de quatro escritoras diferentes. As estórias dos 4 contos têm a mesma premissa. Uma festa de Natal de uma empresa, uma mulher e um homem que mal se conhecem mas sentem-se atraídos um pelo outro, falam um bocadinho e depois sobem para o quarto do hotel e fazem sexo. Nada que seja original, nada de novo, os contos são quase iguais exceto os personagens. Não é nada demais.

Sexto livro (sim, este mês estava lançada) Ventos da Paixão de Sara Mallory, um histórico publicado pela Harlequin. Lady Evelina Wylder, acabada de casar, fica subitamente viúva. Mas o marido Nick, afinal não está morto e tudo não passa de um esquema de uma investigação de contrabando. Não me lembro de quê…acho que era algo que era suposto ser chá mas que não era, sinceramente já não me lembro desse detalhe.. e durante o livro ela tenta ajudar o marido a descobrir quem é o  mau da fita enquanto tenta voltar a confiar no homem que ama mas que a enganou, deixando-a pensar que estava morto. Gostei razoavelmente, não é marcante e inesquecível (como já se percebeu), mas é girinho. Embora também não tenha sido os melhores que já li dentro do género.

Sétimo livro, Entre o Agora e o Sempre de J.A. Redmerski. O primeiro livro foi completamente excitante e comovente, este foi uma desilusão, só palha, nada de novo, nada de verdadeiramente emocionante. Creio que o rumo da estória foi forçado e que a autora devia ter ficado apenas pelo primeiro livro, eles tinham tido o filho e um happy ending. Eles realmente tiveram esse fim, mas antes fui bombardeada de palha, de “dejá vu´s”, uma replica do primeiro livro mas sem causar o impacto que o anterior tinha criado. E com um epilogo completamente despropositado.

Oitavo e último livro de Janeiro Wicked Lovely Tatuagem. Sim resolvi ler este logo de seguida, mesmo o primeiro não tendo sido nada de especial. E li-o porque a sô dona Raquel Leite disse que este era melhor. Foi razoavelmente melhor…tipo um niquinho de nada. Leslie cuja vida é assombrada pelo medo desde que foi violada, decide fazer uma tatuagem pois acha que a vai fazer mudar. Definitivamente muda porque o desenho que escolhe fá-la ficar ligada ao rei da corte das Trevas Irial que a usa para alimentar a sua corte. Passo a explicar a corte alimenta-se de emoções humanas. Parece muito interessante, mas foi mais palha. A Leslie, devido à sua estória de vida deveria ser uma personagem com mais substância, mais consistência mas não causa empatia. Gostava que ela tivesse lutado contra o Irial e tivesse ficado com o Niall, ou pelo menos houve um triângulo amoroso ou qualquer coisa que desse interesse ao livro, mas não.aconteceu.nada. E quando ela vai lá para a corte das trevas há humanos a ser mortos e ela não se lembra de nada…e nós também não ficamos a saber porque a autora não desenvolve as coisas. E foi isto. não estou como nenhuma esperança de ler os outros dois livros da saga que tenho para ler.

Oito livros num mês não foi mau, mesmo nada mau. Mesmo dois deles sendo e-book e um deles um conto considero que foi um bom mês. Para o desafio mensal conta o “A maldição do livro” que como já disse tinha a capa que mais gostava, consegui ler dois e-book e um harlequin.

O melhor e o pior do mês é muito fácil de escolher:

O melhor – A filha do Sangue.
O pior – Naughty and nice (não foi assim that nice)
Este foi o resumo das minhas leituras, a ver como o Fevereiro me vai correr neste âmbito. 🙂

Advertisements

3 comentários (+add yours?)

  1. Marisa Luna
    Fev 08, 2015 @ 08:07:09

    Bom dia!!!!
    Tantas leituras durante janeiro!!!
    Não li ainda nenhum dos livros que apresentas, mas alguns deles parece-me uma boa sugestão. Obrigada pelas dicas!
    Bom domingo

    Liked by 1 person

    Responder

  2. Rita
    Fev 12, 2015 @ 20:02:04

    Olá Verónica. 🙂

    Da lista de livros que leste em Janeiro, já li o da Anne Bishop e também apreciei o mesmo. Também li ambos os Wicked Lovely e tal como sucedeu contigo não fiquei arrebatada… Quanto ao da J. A. Redmerski, gostei igualmente muito do primeiro, mas já ouvi muitas opiniões semelhantes à tua quanto a este segundo livro, pelo que estou na dúvida se o devo ler ou se me fico só pelo primeiro…

    Boas leituras

    P.S. Desafiei-te para o Liebster Award. Se quiseres responder, deixo-te o link: http://magia-livros.blogspot.pt/2015/02/liebster-award-tag-quinta.html. 🙂

    Liked by 1 person

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: